- Publicidade T -

O que posso e o que não posso fazer

 

Na hora de ir em busca do primeiro emprego, seu currículo é o cartão de visitas, claro, porém não é apenas isso, o bom desempenho na entrevista é a chave que irá abrir as portas da empresa para você.

A entrevista de emprego é uma das principais dificuldades que os jovens apontam na hora de buscar uma vaga de jovem aprendiz.   Muitos jogam a tão sonhada vaga pela janela por não saber como se comportar de forma adequada na entrevista.

- Publicidade In -

O entrevistador irá te avaliar desde a hora em que selecionar o seu currículo até a hora em que você sair da empresa, portanto se você está em busca do seu primeiro emprego fique de olho nessas dicas.

 

  • Cuidado na escolha da roupa

Cuidado com a roupa e com os sapatos que irá usar, para   a uma entrevista menos é mais. Use roupas e sapatos que te deixe confortável, claro que tênis, regata, mini saia, decotes, chinelos não são apropriados para entrevista. Procure usar cores neutras, nunca chamativas, para as mulheres sempre brincos pequenos e pouco acessório, se você usa piercing é aconselhável retirá-los;

  • Conheça a empresa que irá fazer a entrevista

Muitos candidatos vão para a entrevista sem saber nada sobre a empresa ter conhecimento básicos sobre isso te dará alguns pontos a favor;

 

  • Cumprimentar o entrevistador

É de bom tom surgir de você o cumprimento ao entrevistador, bem porque isso deixara uma boa impressão inicial sobre você.

  • Tenha um comportamento adequado

Sentar – se corretamente, não falar em gírias, não atender o celular durante a entrevista (este deverá estar desligado), não fale mal de ninguém para o entrevistador, e por fim, o seu comportamento em redes sociais irá contar bastante para a sua tão sonhada vaga de emprego.

 

Todas essas questões podem parecer obvias para algumas pessoas, mas esses são os erros mais cometidos pelos candidatos que buscam uma vaga de primeiro emprego.

 

 

 

 

- Publicidade B -
COMPARTILHAR
Artigo anteriorOmar Pereira traz a música de El Salvador para o Brasil
Próximo artigoJoice Hasselmann pode desbancar Tiririca no posto de mais votada para o congresso
Me chamo Patrícia Soares, psicóloga clínica e organizacional, com especialização em Saúde Mental e costumo dizer que a psicologia está no meu sangue. Apaixonada pela minha profissão, atuei em recursos humanos por quase 10 anos e a 4 anos me dedico inteiramente à psicologia clínica. Gosto de cinema, ler, estudar, viajar e também gosto de ficar em casa sem nada para fazer... Meu maior bem é a minha família, o meu filho, mãe, irmãs e sobrinho, eles certamente são o meu porto seguro. Amo chocolate e cozinhar para mim é relaxante, me realizo cozinhando. Amo pessoas em todas as suas essências, é intrigante como o ser humano é em todas as suas capacidades sejam boas ou ruins. Não acredito no acaso, acredito que tudo acontece quando tem que acontecer, por isso estou aqui. A minha frase preferida é “Nunca foi sorte, sempre foi Deus”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

não sou robo *