- Publicidade T -

Todo mundo já ouviu falar que a pressa é inimiga da perfeição…

Todos nós temos um ritmo, uns mais lentos outros mais acelerados, mas o fato é que, já ouvimos falar que a pressa é inimiga da perfeição ou que o apressado come cru e quente.

Nesses casos podemos dizer que o apressado pode ter a síndrome da pressa.

Esse transtorno já atinge mais de 30% dos brasileiros e se você acha que as 24 horas do seu dia é pouco para realizar as suas tarefas, você pode sim ter sido afetado por esse mal.

- Publicidade In -

Esta síndrome não é reconhecida pela OMS (Organização Mundial de Saúde), também não está classificada como uma doença psiquiátrica, mas está sendo estudada desde 1.980 e afetando muitas pessoas em todo o país e de diversas idades.

As pessoas que sofrem desde transtorno, estão com pressa as 24 horas do dia, são difíceis de lidar, não conseguem esperar nem por 10 minutos seja lá o que for, sempre irritadas, intolerantes, pois quando as pessoas a sua volta não agem no mesmo ritmo ela se irrita e torna-se agressiva, acumula funções, se sentem culpados quando não conseguem efetuar as tarefas como gostaria, tem a fala acelerada, passos rápidos, estão sempre muito ansiosas e não se dão conta disso.

Muitos podem ser os motivos que desencadeiam essa síndrome, porém o meio onde vivemos é o maior deles, a competitividade do dia a dia, a alta cobrança que colocamos em nós mesmos, nos faz ter pressa cada dia mais e mais para executar sempre e em largas quantidades.

A Síndrome da Pressa, ainda não tem um tratamento específico, portanto a mudança de hábitos é fundamental para o tratamento.       Fazer atividades físicas, laser, técnicas de relaxamento, respiração e psicoterapia comportamental ajudam muito no tratamento.

 

- Publicidade B -
COMPARTILHAR
Artigo anteriorSejamos pessoas: antes de sermos empresários
Próximo artigoVacinação contra a Raiva Animal começa na próxima quarta-feira em Guarulhos
Me chamo Patrícia Soares, psicóloga clínica e organizacional, com especialização em Saúde Mental e costumo dizer que a psicologia está no meu sangue. Apaixonada pela minha profissão, atuei em recursos humanos por quase 10 anos e a 4 anos me dedico inteiramente à psicologia clínica. Gosto de cinema, ler, estudar, viajar e também gosto de ficar em casa sem nada para fazer... Meu maior bem é a minha família, o meu filho, mãe, irmãs e sobrinho, eles certamente são o meu porto seguro. Amo chocolate e cozinhar para mim é relaxante, me realizo cozinhando. Amo pessoas em todas as suas essências, é intrigante como o ser humano é em todas as suas capacidades sejam boas ou ruins. Não acredito no acaso, acredito que tudo acontece quando tem que acontecer, por isso estou aqui. A minha frase preferida é “Nunca foi sorte, sempre foi Deus”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

não sou robo *