- Publicidade T -

Se aceitar é a melhor forma de combater esse problema

 

A baixa autoestima está intimamente ligada à dificuldade de autoaceitação e à falta de autoconhecimento. Indivíduos inseguros, que possuem dificuldade em aceitar os próprios erros e não conseguem reconhecer e valorizar seus potenciais, desenvolvem um grande medo da rejeição e têm o hábito de se comparar com outras pessoas.

Uma pessoa que sofre de baixa autoestima não se sente capaz de realizar as coisas e, com isso, acaba perdendo inúmeras oportunidades de crescimento em várias áreas da vida, prejudicando o próprio desenvolvimento.

- Publicidade In -

 Sintomas de baixo autoestima

  • Medo da rejeição
  • Timidez em excesso
  • Busca constante por reconhecimento externo
  • Perfeccionismo
  • Necessidade de inferiorizar as pessoas
  • Falta de confiança me sí mesmo
  • Dificuldade de aceitar as próprias limitações
  • Falta de habilidade em lidar com críticas
  • Competitividade em excesso
  • Sensação de incapacidade
  • Insegurança
  • Sentimento de inveja, entre outros….

Como vimos, a baixo autoestima passa por um processo até tornar-se um verdadeiro problema. Resumindo, a baixo autoestima são pensamentos negativos sobre si mesmo.

Para a pessoa que tem baixa autoestima, num primeiro momento, é importante se aceitar e aceitar que tem um problema e que precisa ser resolvido. Entender que todos nós, seres humanos, somos formados de defeitos e qualidades, o que torna cada ser humano único.

Procurar ajuda de um terapeuta é importante para se conhecer e saber como poderá elevar sua autoestima.

 

 

 

 

 

 

 

- Publicidade B -
COMPARTILHAR
Artigo anteriorCopa do Mundo
Próximo artigoPrefeitura lança projeto de replantio de árvores em parques públicos
Me chamo Patrícia Soares, psicóloga clínica e organizacional, com especialização em Saúde Mental e costumo dizer que a psicologia está no meu sangue. Apaixonada pela minha profissão, atuei em recursos humanos por quase 10 anos e a 4 anos me dedico inteiramente à psicologia clínica. Gosto de cinema, ler, estudar, viajar e também gosto de ficar em casa sem nada para fazer... Meu maior bem é a minha família, o meu filho, mãe, irmãs e sobrinho, eles certamente são o meu porto seguro. Amo chocolate e cozinhar para mim é relaxante, me realizo cozinhando. Amo pessoas em todas as suas essências, é intrigante como o ser humano é em todas as suas capacidades sejam boas ou ruins. Não acredito no acaso, acredito que tudo acontece quando tem que acontecer, por isso estou aqui. A minha frase preferida é “Nunca foi sorte, sempre foi Deus”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

não sou robo *