Para muitos, perfil no Linkedin ainda não rendeu resultados
- Publicidade T1 -

Muita gente com perfil no Linkedin, maior rede profissional da internet, reclama de pouco resultados, porém, para a especialista Luciane Borges é fundamental que o usuário conheça as funcionalidades da plataforma, o que nem sempre acontece

Se juntarmos um momento conturbado no país, com muita gente procurando o primeiro emprego ou recolocação no mercado com a internet praticamente mandando em todos os seguimentos é normal que essa busca possa dar resultados na rede. E o mecanismo para isso já existe, a plataforma Linkedin. A maior rede social profissional da internet.

Em enorme crescimento nos últimos anos, com 500 milhões de usuários no mundo e cerca de 30 milhões somente no Brasil, a rede LinkedIn vem se consolidando como a plataforma essencial para quem está de olho no mercado.

O grande problema é que a concorrência por lá também é absurda e muitos usuários reclamam de não ter nenhum retorno na plataforma. O número elevado de perfis criados obriga que o usuário saiba como destacar o seu e principalmente dominar todos os recursos que a rede social oferece e aí que está a dificuldade.

Para muitos, perfil no Linkedin ainda não rendeu resultados
A especialista em Linkedin, Luciane Borges, explica que a falta de conhecimento da plataforma é um dos grandes responsáveis pelo fracasso de muitos perfis criados na rede
- Publicidade T2 -

De acordo com Luciane Borges, uma das maiores especialistas em LinkedIn do Brasil, muitos dos usuários acaba entrando na rede e não busca aprender todos os recursos que ela oferece. “Para destacar o perfil na rede e chamar a atenção de recrutadores é fundamental que o usuário conheça as funcionalidades da plataforma”, explica.

Essa falta de conhecimento sobre a plataforma é a grande responsável por muitos perfis ficarem totalmente estagnados e sequer chegarem aos olhos dos recrutadores. “Acredito que a grande maioria dos usuários deixa de aproveitar todas as funcionalidades gratuitas da rede pelo simples fato de desconhecerem como usá-las”, completa Luciane.

Isso quer dizer que muita gente culpa o Linkedin pela falta de oportunidade mesmo sem explorar tudo que ele oferece de melhor.

Foi pensando nisso que Luciane Borges criou um curso focado em ensinar como usar da melhor forma a plataforma. Por meio de videoaulas o curso orienta a evitar os erros cometidos que derrubam o perfil no resultado do mecanismo de busca além de aumentar a rede de contatos.

O curso não é de graça, mas quem não pode fazer esse investimento no momento também tem a possibilidade de receber dicas. “Mesmo quem não pode arcar com o valor, tem acesso a uma série de dicas gratuitas sobre como destacar o perfil no LinkedIn no meu blog ou canal do YouTube”, complementa a especialista.

Gostou do conteúdo? Então comente, compartilhe e siga acompanhando nossas matérias!   ; )

- Publicidade T3 -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

não sou robo *