- Publicidade T -

O consultor político Eduardo Negrão fez uma análise sobre o contexto político em seu último artigo, onde fala sobre um possível novo fenômeno eleitoral

Tudo indica que o slogan “pior do que está não fica” que deu um milhão e dezesseis mil votos ao deputado e palhaço Tiririca (PR) não deve se repetir. Outro perfil de parlamentar esta surgindo com digital influencers, cientistas políticos e empresários de sucesso ingressando na corrida eleitoral, os candidatos ‘folclóricos’ como o deputado do PR, devem perder espaço para candidatos com discurso mais coerente e agressivo, como é o caso do jornalista, Joice Hasselmann (PSL-SP) – com seus milhões de seguidores em diferentes redes sociais que a acompanham diariamente.

Ainda que no baixo clero vejamos os herdeiros políticos e indiciados de sempre, a mudança nas lideranças será inevitável. Ainda em São Paulo temos o ativista político Kim Kataguri (DEM), conhecido por liderar o MBL, que teve grande peso no impeachment da ex-presidente, Dilma Rousseff. Também buscando uma das 70 vagas ao congresso por SP estão o caricato cirurgião Dr Rey (PRB) e ator, faixa-preta de jiu-jitsu, Alexandre Frota (PSL).

- Publicidade In -

O nordeste continua sua ‘sina’ como rincão do PT, ameaçando o Brasil com a reeleição de Renan Calheiros e tem no Piauí o ex deputado por São Paulo, Frank Aguiar (PRB) com chances reais de eleger senador numa coligação com o Partido dos Trabalhadores.

Por isso a eleição de novos nomes como Felipe Camozzato (Novo-RS) e a jornalista Joice Hasselmann (PSL-SP) ganham importância porque não basta ser ‘novo’ mas possuir preparo e coragem para desafiar o status-quo de Brasília e iniciar a revolução na política brasileira de dentro pra fora.

 

Fonte: Eduardo Negrão – Consultor político filiado a ABCOP (Assoc. Bras. Consultores Políticos) há 27 anos e autor do livro “Terrorismo Global”, Scortecci, 2017.

 

 

- Publicidade B -

4 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

não sou robo *