- Publicidade T -

O tempo curto e uma  comunicação mais acessível foi importante para que as novas redes sociais atendessem de forma adequada ao tamanho da demanda gerada nos últimos anos.

 

A inovação tecnológica está cada dia mais presente nas pessoas, em condomínios. As redes sociais como num todo tem ajudado bastante em fazer com que pessoas mais comuns sejam empreendedoras de seus negócios,  além é claro, de interação social, o que beneficia o bem-estar e o lazer recém-criado a partir da grade da violência gerada pelas grandes metrópoles. Veja quais são as 10 redes sociais mais buscadas atualmente.

 

- Publicidade In -

As 10 redes sociais que ajudam a facilitar a vida das pessoas

 

Facebook

Utilizado como a maior rede social desde os tempos de Orkut e MSN, o Facebook conquistou o público pela praticidade e uma interface que agradou pelo menos a maioria dos usuários disponíveis.

O Facebook explodiu o mercado interno com a possibilidade de transição tanto para perfis pessoais quanto empresariais, além de uma maior comodidade de interação para qualquer nicho apresentado, valorizando o conteúdo e performance independente do meio pela qual se conecta.

 

Instagram

Um dos aplicativos mais populares depois do Facebook, o Instagram chegou para alavancar o mercado de fotografia perfeita. Inicialmente disponível para quem tinha aparelhos IOS, a rede social revolucionou este segmento e conta com 800 milhões de pessoas que o utilizam diariamente.

O Brasil foi um dos grandes impulsionadores para a alavancada do aplicativo com atuais 50 milhões de pessoas que tiram fotos todos os dias, sendo apenas o segundo do ranking perdendo apenas para os Estados Unidos.

 

Linkedin

Uma das redes sociais utilizadas em um meio empresarial, o Linkedin vem crescendo constantemente e conta com a possibilidade de achar empregos ou possíveis meio de negócios capazes de fazerem alavancar qualquer projeto que queira empreender.

O Brasil novamente mostra a sua força com os atuais 29 milhões de usuários, sendo a terceira melhor ranqueada mundialmente. O Linkedin ainda tem possibilidades de maior crescimento nos próximos anos, porém o resultado na atual circunstância chega a ser considerado surpreendente.

 

Twitter

O Twitter revolucionou o mercado com a inovação que foi possibilitada com as hashtags e por isso aplicativos como o próprio Instagram aderiram a essa novidade como meio de alcançar o maior número de pessoas possíveis sobre determinado assunto, o que fez aderir e consolidar ainda mais o aplicativo em todo mundo.

Apesar do tempo em que está na ‘ativa’ o Twitter diminuiu sensivelmente o número de usuários de uns tempos para cá, no Brasil por exemplo o resultado chega a 63% da perda do número de pessoas que utilizavam constantemente essa poderosa rede social, porém é ainda a terceira mais utilizada pela população brasileira.

 

WhatsApp

Conhecida carinhosamente como zap-zap, o WhatsApp conta com a experiência relevante dos usuários que mexem diariamente no sistema mais famoso do mundo atualmente, principalmente pelas garantias e possibilidades em que esta social se encontra.

A gratuidade do sistema foi uma novidade em que ninguém tinha pensado naquela circunstância, por isso o WhatsApp chega a ser tão revolucionário no ponto em que foi criado. Atualmente 120 milhões de usuários usufruem desta rede social todos os dias.

 

Facebook Messenger

Antigamente quando o Messenger foi criado o aplicativo não tinha a necessidade de estar juntamente com o próprio Facebook possibilitando de ver as mensagens pelo próprio aplicativo, sem a necessidade de ser baixado.

A partir de 2016, o Messenger foi integrado ao Facebook,  o que fez com que os usuários tivessem que baixar para verem as mensagens recebidas pela rede social principal e a partir disso aumentou o número de pessoas que utilizavam o aplicativo secundário.

 

YouTube

Outra grande rede social, o YouTube chegou chegando nos novos moldes de oportunidade de interação com as demais pessoas ao possibilitar a experiência de publicar  vídeos.

O YouTube é uma das ferramentas mais conhecidas atualmente pelo crescente aumento das pessoas que se aventuram com alguma forma de negócio.

 

Snapchat

A partir do sucesso que o Instagram proporcionou à maioria dos usuários, o Snapchat se tornou um dos queridinhos pela simples comodidade de escolher o tempo em que a foto poderia ficar para determinado grupo de pessoas que iria escolher.

O tempo disponível possibilitou uma outra forma de ver e visualizar determinado conteúdo a partir do momento em que aquela foto tirada fosse desaparecer em seguida, obrigando o ‘visitante’ a visualizar novamente o snap mais detalhado.

 

Google +

A ferramenta tinha como o objetivo chegar a competir bravamente com outras mais poderosas como meio de ‘fuga tecnológica’ proposta, porém para o desapontamento de grande parte que utilizava para compartilhar arquivos, fotos e demais funcionalidades a Google + caiu em desgosto e não engatou da forma em que esperavam.

A Google+ possui apenas 9% dos usuários ativos, o que significa que anda realmente tendo problemas consideráveis como forma de divulgação entre outras funcionalidades do sistema.

 

Pinterest

Outro grande potencializador para divulgação de seu trabalho, o Pinterest chegou para ficar. Atualmente é uma das referências no ramo da fotografia e principalmente um grande auxiliador para trabalhos de escola, além é claro de outros segmentos que necessitam desse tipo de motivador para realizar determinada função.

O Pinterest cresce todos os anos e no último dado apresentado cresceu cerca de 40%, apresentando cerca de 200 milhões de usuários ativos no ano de 2017. Os segmentos mais buscados são gastronomia, moda, decoração, viagens e exercícios de várias matérias que são oferecidas na formação do cidadão, desde o maternal ao ensino médio, além de pesquisas escolares para a faculdade.

 

- Publicidade B -
COMPARTILHAR
Artigo anteriorSíndrome de Burnout – A doença causada pelo esgotamento profissional
Próximo artigoGraciely Junqueira divulga single de estreia
Olá, sou o Antonio Marques. Comecei minha vida na comunicação através do jornalismo impresso e do rádio no final dos anos 80. Atuei como locutor, jornalista, colunista e escritor e hoje trabalho com produção de conteúdo e assessoria de imprensa. Como escritor tenho três livros publicados. São eles: Memórias do Quintal e Outras Histórias, O Poeta da Casa Velha e Acredite-Vai Dar tudo Certo! Agora, com muita honra, colaboro com o portal Tempos Modernos, onde estarei mostrando um pouco de meu trabalho, afinal, escrever não é profissão, é vocação ou vício, como preferir.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

não sou robo *