- Publicidade T -

Ao longo desta quinta-feira (6), a Bienal do Livro de Guarulhos “Páginas que Conectam” destaca mais um dia com inúmeras atividades literárias, bate-papo com escritores e calorosa interação com o público. No início da tarde, o historiador Tiago Cavalcante Guerra, professor da rede municipal e responsável pela Associação Amigos do Patrimônio e Arquivo Histórico (AAPAH), conversou com os visitantes do espaço sobre a produção historiográfica na cidade.

De acordo com Tiago, se num dado momento é possível identificar uma geração de autores cuja produção historiográfica ficou centrada em aspectos cronológicos e factuais, por outro, há produções da nova geração de historiadores bastante interessantes, que colocam em perspectiva a história produzida a partir dos núcleos populacionais da periferia e seu movimento rumo aos grandes centros urbanos, característica visível na constituição do município.

“Se pensarmos que a Festa da Carpição na região de Bonsucesso é uma tradição com quase 300 anos, torna-se estranho o fato dessas primeiras obras ignorarem por completo outros elementos constitutivos da cidade, tão importantes quanto a região central”, explica Tiago. Como forma de lançar um novo olhar sobre o modo como a cidade se constitui, o jovem escritor cita obras com as quais teve oportunidade de colaborar e que são referências para aqueles que desejam saber mais sobre a história local: “Cecap Guarulhos: história, identidades e memórias”, “Guia Histórico Cultural de Logradouros” e “Signos e significados em Guarulhos: identidade, urbanização, exclusão”.

- Publicidade In -

Árvore da Vida

Com a proposta de apresentar os usos práticos de sua obra “Palavras que abraçam”, a autora Thaís Pimenta reuniu os participantes do bate-papo numa roda, enquanto oferecia a eles alguns dos elementos abordados no livro sobre a visão sistêmica das palavras. Para a jovem escritora guarulhense, as palavras têm grande poder, nos abraçam e nos convidam a importantes reflexões e, nesse sentido, têm relação com aspectos fundamentais da existência humana e que dizem respeito à família e relacionamentos, trabalho e negócios, corpo e saúde e ancestralidade e destino.

“O objetivo da árvore das conexões é nos ligar às palavras da árvore da vida, que por sua vez vai conectar cada um de nós ao nosso interno, ao caminho, ao encontro com sua natureza em sua essência”, explica Thaís.

Quem é o Zeca?

Lançado pela Editora Suinara, “Zeca na família”, da escritora Elisabete Baptista, é uma obra que fala de temas relacionados à adolescência, frustrações, novas configurações familiares, pluralidade, educação. Numa conversa franca com os pais, a escritora, que também é historiadora e professora, conta que se inspirou em suas experiências como educadora para falar sobre suas relações com outros professores, com os alunos e com os pais sobre uma infinidade de temas: “Cabe a nós, educadores e familiares, mostrar aos nossos jovens e adolescentes que as frustrações fazem parte da vida, de forma a prepará-los para viver em sociedade, na interação com o outro”, explica.

Alcoolismo

“Código 303- uma reportagem sobre o alcoolismo, a doença da negação” é nome da obra da jornalista guarulhense Fátima Gilioni, resultado de trabalho de conclusão do curso de Jornalismo da PUC- Campinas. Fruto de inquietação e da necessidade pessoal de encarar o problema, o livro reúne informações e dados estatísticos de profissionais da área da saúde, além de depoimentos de pessoas que sofrem ou superaram a doença.

“Precisamos falar sobre o alcoolismo para poder ajudar aqueles que sofrem da doença, considerando que os números apresentados em inúmeras pesquisas revelam a gravidade do problema que atinge milhares de pessoas em todo o país”, observa a autora.

A Bienal do Livro, que acontece no Parque Linear Transguarulhense (Parque Continental) vai até o próximo domingo, 9, com uma programação bastante especial.

Fonte: Prefeitura de Guarulhos

- Publicidade B -
COMPARTILHAR
Artigo anterior1ª Virada Inclusiva emociona público no Bosque Maia
Próximo artigoConsiderado o prodígio da música eletrônica, Liu lança primeiro videoclipe da carreira
Olá eu sou a Tatiane Bertolino apaixonada pela profissão e fã de carteirinha da notícia já trabalhei como Repórter na Rede Record. Comecei a carreira em 2008 quando cursava a faculdade de Jornalismo, na Universidade de Guarulhos. Realizei vários cursos no SENAC sobre reportagem, assessoria de impressa entre outros como comunicação e marketing pela FGV. Fiz estágio em agências de comunicação e em 2011 tive o privilégio de se formar. Sou Apaixonada por chocolate, adoro ir ao cinema, viajar, Dançar, malhar, cozinhar e amo ler mesmo que for bula de remédio, rs Amo fazer amizades e sou apaixonada pelas pessoas e pelas historias de vida delas..Sempre da pra aprender com o outro,pelo menos penso assim! Tenho uma filha de 4 patas a Lunna meu xodó! Sou apaixonada pelos meus afilhados a Isa de 9 anos e Matheus de 7 meses! Se eu sou coruja? Hum!! Muito, rs Já trabalhei como Assessoria de Impressa e em seguida como Repórter (que é uma das minhas Paixões amo TV) Com uma visão empreendedora em 2014 montei a Revista Tempos Modernos onde era redatora chefe e responsável por toda a comunicação da Revista. Em 2017 montei o Portal de Comunicação Tempo Modernos um portal cheio de notícias e novidades para leitor e empresários de Guarulhos e regiões. A Revista Tempos Modernos tem a obrigação de mostrar aquilo de mais importante que acontece. Trabalhamos com maior dedicação para levar ao nosso leitor a informação de forma concreta e correta assim ao longo desses 3 anos conseguimos o prestígio tão desejado; agora com o Portal Tempos Modernos acreditamos que não será diferente. Temos profissionais qualificados em nossa equipe que colaboram para nosso sucesso diariamente. No momento estou cursando uma Pós Marketing Empresarial! Nascimento: 21 novembro 1987 Idade: 30 anos Profissão: Jornalista

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

não sou robo *